www.bombeirosmaceira.pt
M A C E I R A
BOMBEIROS VOLUNTARIOS

Em caso de emergência ligue - 244 770 000

Bem Vindo
 
O Corpo de Bombeiros Voluntários de Maceira tem as portas abertas para admissão de novos elementos que pretendam integrar no corpo de bombeiros. Hoje pelos outros, amanhã por ti!
OS MAIS E OS MENOS DE 2004 pelo Comandante Luis Ferreira em «Relatório de Actividades do Corpo de Bombeiros de 2004»
Da análise efectuada à actividade do Corpo de Bombeiros, em 2004 Luis Ferreira destaca os seguintes pontos mais fortes, do ciclo:

-Adesão maciça do efectivo do Corpo de Bombeiros nas acções de formação promovidas pelo Comando, demonstrando clara vontade de aprender mais e melhor;

-O excelente empenho que os homens colocaram em todas as situações nas quais foram chamados a intervir;

-A melhoria das condições de prestação do socorro pré hospitalar (com a entrada em funcionamento de uma nova ambulância, 2 monitores cardíacos e aumento das qualificações dos recursos humanos nesta área);

-O aumento das acções de formação promovidas pela Escola Nacional de Bombeiros;

-O bom acompanhamento ao Corpo de Bombeiros efectuado pelo Coordenador Distrital de Bombeiros e Protecção Civil;

-O apoio fornecido pelas instituições que de perto connosco colaboram e que destaco: Governo Civil de Leiria, Câmara Municipal de Leiria, Junta de Freguesia de Maceira;

-O aumento da assiduidade do pessoal e consequente estabilização das escalas de serviço de piquetes voluntários;

-O empenho dos amigos dos bombeiros verificado aquando da promoção das campanhas desenvolvidas pela secção desportiva;

-A excelente dinâmica conseguida pela secção desportiva, que arrastou de forma sinérgica toda a instituição;

- A abertura da pagina na net - www.bombeirosmaceira.pt;

-A capacidade de resposta pronta e eficaz a todas as solicitações que foram colocadas ao Corpo de Bombeiros;

-Por último, o empenho à capacidade de sacrifício, e o profissionalismo demonstrado na época de incêndios, onde refira-se que o nosso Corpo de Bombeiros, além da sua área própria de intervenção, ajudou entre outras as populações de Alcanena, Alvados (Porto de Mós), Ansião, Barbas Novas (Almagreira – Pombal), Barreiros (Leiria), Cabeço das Pombas (Porto de Mós), Cantaria (Albergaria dos Doze - Pombal), Casais de Além (Porto de Mós), Figueiró dos Vinhos, Gondemaria (Santarém), Lagoa da Ervideira (Monte Real - Leiria), Marinha da Mendiga (Porto de Mós), Mata do Urso (Pombal), Melvoa (Pataias – Alcobaça), Mira de Aire (Porto de Mós), Osso da Baleia (Louriçal – Pombal), Paredes de Vitoria (Alcobaça), Pilado (Marinha Grande), Pipa (Pombal), Redinha (Pombal), Ribeira do Brás (Figueiró dos Vinhos), São Brás de Alpurtel (Algarve), Seixo (Guia – Pombal), Soutocico (Leiria), Vale de Pomares (Albergaria dos Doze), Vale Furado (Alcobaça), Venda das Raparigas (Benedita – Alcobaça), num total de 90 situações.



Da análise efectuada à actividade do Corpo de Bombeiros no mesmo período, o Comandante do Corpo de Bombeiros destaca os seguintes pontos menos favoraveis:

-A incapacidade da instituição de gerar recursos que permitam acabar obras iniciadas à mais de 10 anos;

-A falta de mais e melhor equipamento de protecção individual, que melhor proteja quem “oferece o corpo ao manifesto”;

-A inexistência de acompanhamento médico / sanitário do Corpo de Bombeiros;

-A incapacidade do efectivo profissional do Corpo de Bombeiros acompanhar as realidades que são colocadas à Associação, com a degradação da reposta operacional nos períodos assegurados por estes piquetes com clara desvantagem para os piquetes voluntários;

-A não profissionalização 24 horas por dia da Central de Operações;

-As respostas sempre adiadas quanto à efectivação do posto PEM por parte do INEM e a consequente atribiução de uma ambulância de socorro por parte daquele Instituto;
( maceira, 11 de Março de 2005)


[clique aqui para voltar ao editorial ] .